INOVAÇÃO NO INVENTÁRIO TURÍSTICO TRARÁ MAIS BENEFÍCIOS AOS MUNICÍPIOS

Maior participação da comunidade, rapidez e precisão dos dados são algumas vantagens geradas

Baseado na metodologia lançada em julho de 2011 pelo Ministério do Turismo, a equipe interdisciplinar de professores e alunos da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) promoveu inovações para a realização dos inventários turísticos nos municípios de Ilhéus e Itacaré, Bahia.

Entre as inovações nos procedimentos metodológicos utilizados, Marco Aurélio Ávila, coordenador do projeto e membro do NIT – Núcleo de Inovação e Tecnologia da UESC, destaca a inclusão de reuniões temáticas e workshops de validação com lideranças comunitárias com o objetivo de obter uma maior participação da comunidade no processo de coleta de dados. Entre os recursos tecnológicos, o coordenador destaca que a inovação ficou por conta da utilização de netbooks, tablets, GPS e máquinas fotográficas a fim de obter maior rapidez, precisão e conveniência na coleta de dados.

Entre os diversos benefícios gerados pelas inovações no inventario turístico, Marco Aurélio Ávila destaca a democratização das informações. Em razão que todos os atores sociais envolvidos direta e indiretamente com a atividade turística terão acesso de forma rápida e fácil aos dados do município, permitindo assim fazer orientações na área de políticas públicas e no processo de desenvolvimento e comercialização de produtos e serviços turísticos.

Frente a estas inovações, o Ministério do Turismo validou a metodologia da inventariação turística de Ilhéus e Itacaré como projeto-piloto e referência nacional, para que outros destinos possam ser beneficiados com as mesmas vantagens. A validação como projeto-piloto, permite que as experiências e expertises adquiridas na Região da Costa do Cacau, sejam repetidas em outros destinos, com a facilidade de já ter sido testada e aprovada.

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

INVENTÁRIO TURÍSTICO DE ILHÉUS É REFERÊNCIA NACIONAL PARA O MTUR

Ministério do Turismo utilizará a iniciativa do sul da Bahia como projeto-piloto para outras regiões turísticas do Brasil

O Inventário Turístico que acontece em Ilhéus e que, em breve, começará na cidade de Itacaré, será utilizado como modelo pelo Ministério do Turismo. A experiência pioneira de fazer um amplo levantamento da estrutura relacionada com o setor, permitindo desenvolver projetos para melhorar seu desempenho, será “exportada” para outras regiões turísticas do país. Em Ilhéus, o inventário já mapeou quase toda a cidade, monitorando a oferta de serviços de hospedagem, alimentação, transportes, entretenimento, saúde, equipamentos culturais, entre outros.

O Ministério do Turismo validou a metodologia do Inventário como projeto-piloto e referência nacional, para que outros destinos possam ser contemplados.  A coordenadora-geral de Regionalização do Ministério, Ana Clévia Guerreiro Lima, enfatiza que “além da questão de sustentabilidade, a inserção de elementos inovadores na metodologia do MTUR proporcionará uma maior facilidade e agilidade na orientação de políticas públicas regionais e na promoção e comercialização de produtos e serviços turísticos”. Segundo ela, a intenção é fazer com que turistas e moradores tenham acesso a informações geo-referenciadas com dados mais detalhados.

Ana Clévia acrescenta que, ao habilitar o Inventário Turístico como projeto-piloto, “o Ministério reconhece a importância das atividades realizadas em Ilhéus, já que estas servirão como experiências significativas para outros destinos no Brasil”. A organização de uma base de informações segura sobre a infraestrutura turística favorece a captação de recursos para investimentos e, além disso, a proposta tem como foco apontar caminhos para ampliar o retorno social do setor.

Desenvolvido pela Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), em parceria com a Bahia Mineração (Bamin) e as Secretarias Municipais de Turismo dos municípios envolvidos, o Inventário tem como objetivo identificar os atrativos, serviços e equipamentos turísticos, com a finalidade de construir uma base de informações para fins de planejamento e gestão da atividade turística. A concepção e a execução do trabalho estão baseadas em conceitos de inovação.

Marco Aurélio Ávila, coordenador do projeto e membro do Núcleo de Inovação e Tecnologia da Uesc, afirma que foram inseridas inovações em todas as etapas do Inventário, “a fim de maximizar resultados, reduzir custos e minimizar impactos socioambientais gerados pelas atividades previstas na inventariação turística”. Entre as inovações, Ávila destaca a parceria entre entidades públicas, iniciativa privada e instituição de ensino, para a viabilização técnico-financeira da proposta, bem como a utilização integrada de recursos tecnológicos na coleta de dados e a inserção de novos métodos de participação e sensibilização da comunidade.

O coordenador destaca ainda a análise dos indicadores de sustentabilidade da atividade turística na região, um incremento sugerido pela empresa parceira da Uesc no Inventário Turístico. Essa verificação tem como objetivo conhecer exatamente o retorno social do turismo e descobrir de que forma o setor é capaz de produzir ganhos mais significativos para a comunidade local.



Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Quarteirão Jorge Amado recebe Inventariação Turística

Prezados Senhores

Iniciamos ontem, 05 de setembro, as atividades de coleta de dados em Ilhéus. Para um melhor desempenho da equipe de pesquisadores UESC, dividimos o município de Ilhéus em áreas turísticas. Nesta semana, estaremos no Quarteirão Jorge Amado e na região central de Ilhéus. Posteriormente, abordaremos as áreas norte, sul e região metropolitana.

Obrigado por receber bem nossos pesquisadores!

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

RECEPTIVIDADE DEMONSTRA ENVOLVIMENTO DA COMUNIDADE DE ILHÉUS

No último sábado (20 de agosto), a equipe de pesquisadores da Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC em parceria com a Bahia Mineração – BAMIN e Secretaria Municipal de Turismo realizaram no centro de Ilhéus, o pré-teste do Inventário Turístico e Sustentabilidade Local.

O pré-teste é bastante utilizado para aprimorar o instrumento de coleta de dados e a técnica de abordagem. Esta ação permitirá que os pesquisadores realizem pequenos ajustes antes de iniciar a pesquisa de campo.

Marco Aurélio Avila, professor da UESC e coordenador do projeto, destaca que “identificamos neste pré-teste um alto nível de receptividade em Ilhéus. Conversamos com gestores e proprietários de hotéis e pousadas, agências de viagens, restaurantes, entre outros, e todos receberam muito bem nossos pesquisadores. Ficamos surpresos com o envolvimento da comunidade em participar do projeto”.

O Inventário Turístico tem como objetivo realizar o levantamento, identificação dos atrativos turísticos, serviços e equipamentos, bem como riscos e problemas pontuais do turismo relacionados à sustentabilidade. Tem ainda a finalidade de servir como base de informações para o planejamento e a gestão mais adequada da atividade turística, essenciais para aumentar o fluxo de visitantes e ampliar a satisfação dos turistas e a qualidade dos produtos e serviços.

“Esta receptividade demonstra o envolvimento da comunidade e dos empresários para desenvolver o turismo de forma sustentável na nossa região”, enfatiza Marco.

Para Amine Darzé, Gerente de Comunicação e Desenvolvimento Sustentável da Bamin, apoiar a produção do Inventário Turístico de Ilhéus, Itacaré e Uruçuca é uma forma de fortalecer o turismo local. “No papel que assumimos de incentivar o desenvolvimento socioeconômico e ambiental da região, vimos na universidade e na própria comunidade local parceiros capazes de fazer um retrato da atividade nestes municípios e, a partir daí, planejar de maneira sustentável o potencial turístico de cada um”.

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

LOGOMARCA OFICIAL VALORIZA ELEMENTOS DA COSTA DO CACAU

Projeto em Turismo e Sustentabilidade lança logomarca criada com enfoque nos principais atrativos turísticos das cidades como o intuito de conferir mais confiabilidade e agilidade no momento da coleta de dados.

Desenvolvido pela UESC (Universidade Estadual de Santa Cruz) em parceria com a BAMIM (Bahia Mineração), o projeto tem como objetivo realizar o levantamento, identificação dos atrativos turísticos, serviços e equipamentos bem como riscos e problemáticas pontuais do turismo relacionados a sustentabilidade, com a finalidade de servir como base de informações para fins de planejamento e gestão da atividade turística.

De acordo com Luciana Gutmann, coordenadora de Desenvolvimento Sustentável da BAMIN, a marca foi criada com enfoque nos principais atrativos turísticos das cidades: a natureza – representada através do galho com folhas verdes; a cultura – representada por um ícone da arquitetura local, a janela marrom; o mar e praias representados pela onda azul. A cor marrom nos nomes das cidades foi escolhida para reforçar o ideal de “minha terra”.

Segundo Gustavo da Cruz, professor da UESC na área de marketing, “a utilização da logomarca serve para facilitar a identificação dos pesquisadores no momento da coleta de dados com o intuito de conferir mais confiabilidade e agilidade frente aos gestores turísticos e líderes comunitários.”

Para uma maior segurança dos entrevistados, os pesquisadores compostos por uma equipe de professores e alunos da UESC, estarão identificados com crachá com foto, boné e camisa com a logomarca oficial do projeto. “Precisamos receber bem os pesquisadores, pois o projeto trará benefícios significativos para os municípios”, enfatizou Gustavo.

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Inventariação Turística é apresentada à comunidade

     A Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), em parceria com a Bahia Mineração (BAMIN)  e a Secretaria de Turismo de Ilhéus após ter realizado nos dias 1 e 2 de julho o curso de capacitação em Inventariação da oferta Turística e Indicadores de Sustentabilidade ministrado pela consultora do Ministério de Turismo (MT), Luciane Neri, no Núcleo Temático de Turismo da universidade, o qual buscou desenvolver competências técnico-cientifica com foco em inventariação turística, entre uma equipe de docentes e discentes da UESC.

     Os professores da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Gustavo Cruz e Marco Ávila, apresentaram o projeto de Inventariação Turística da cidade de Ilhéus durante reunião realizada no Gabinete da Prefeitura Municipal, segunda-feira, dia 11. Autoridades, empresários e representantes de entidades ligadas ao setor também participaram do encontro para avaliação da proposta.
     
A inventariação é um dos requisitos do Ministério do Turismo para que os destinos turísticos alcancem competitividade em nível nacional, adaptando-os às diretrizes do Plano Nacional de Turismo para a Copa 2014. A apresentação teve como objetivo demonstrar a finalidade do inventário, metodologia, etapas do projeto, entre outros aspectos.

A iniciativa integra o Programa de Desenvolvimento Sustentável do Turismo e propõe realizar o monitoramento da sustentabilidade local, o diagnóstico participativo e identificar o posicionamento de mercado. “Após a leitura técnica do inventário será possível identificar os riscos e problemáticas do turismo e traçar ações mais eficazes, tendo como base a sustentabilidade”, disse o professor Marco Àvila. A coleta dos dados será realizada através de uma equipe interdisciplinar formada por professores e alunos da UESC. Depois de validados pela secretaria municipal de Turismo, os dados seguem para análise da Bahiatursa e, em seguida, para o Ministério do Turismo.

Na oportunidade, o secretário municipal de Turismo, Paulo Moreira ressaltou a necessidade de cooperação entre todos os agentes envolvidos no processo de construção do inventário, incluindo parcerias com entidades representativas do setor, a exemplo da Associação de Turismo de Ilhéus (Atil), para a conclusão do projeto. Também participaram da apresentação a secretária de Educação, Lidiney Campos, o presidente da Fundação Cultural de Ilhéus, Maurício Corso, o empresário e jornalista Hans Schaeppi, os representantes da Bahia Mineração, Sabrina de Branco e Ricardo Ribeiro, e o presidente da Atil, Ricardo Miyazato.

Publicado em Notícias | Deixe um comentário